Arquivo | Uncategorized RSS feed for this section

Facebook mudou a regra de 20% de texto em anúncios SIM!

9 jun

Parece que a dor de cabeça dos diretores de arte vai ser amenizada.

Pra quem não sabe, o facebook tinha uma regra de que anúncios poderiam ter ATÉ 20% de texto na imagem. Ou seja, as chamadas nos anúncios poderiam ocupar apenas 1/5 do total da imagem que iríamos anunciar, mas parece que a regra mudou.

 

A regra agora parece ser: quanto mais texto na imagem, menos alcance ela terá. Mas eles não informaram ainda qual seria essa porcentagem de texto.

Disponibilizaram 4 categorias:

  • Texto da imagem: OK
  • Texto da imagem: BAIXO
  • Texto da imagem: MÉDIO
  • Texto da imagem: ALTO

Se a sua imagem é classificada como OK, isso quer dizer que o seu anúncio será veiculado com o máximo de alcance que seu orçamento permitir.

text overlay

Com a classificação BAIXO, o alcance do seu anúncio será mais restrito

image-low-e1460017728159

E assim por diante.

TEXTOS QUE NÃO IMPACTAM O ANÚNCIO

  • Posters de filmes
  • Capas de livros
  • Capas de álbuns (cds, vinil…)
  • Imagem do produto – Quando o produto inteiro precisa ser visto e não tem um zoom na embalagem
  • Posters de shows ou festivais de música, Teatro ou evento de esporte
  • Apps e prints de jogos
  • Texto legal (juridicamente falando)
  • Infográficos

TEXTOS QUE IMPACTAM O ANÚNCIO

Estes devem ser trabalhados para serem discretos

  • Logos – qualquer texto que esteja ligado ao logotipo
  • Marca d’água
  • Números – todos os números são considerados textos

O Facebook declarou que indica que todos os anúncios tenham o mínimo de texto possível (ou nenhum texto), para maximizar o alcance. Para eles, o ideal é reservar o texto para o conteúdo do post.

Essas mudanças ainda não estão disponíveis para todos os usuários, mas, segundo o Facebook, já estão sendo feitos testes globais para a implementação e ela acontecerá em breve.

 

Aqui pra mim já está disponível. Basta acessar A FERRAMENTA DE SOBREPOSIÇÃO DE TEXTO para verificar se por aí também.

Fonte: Social Media Today

Anúncios

5 dicas de como se comportar em uma entrevista de emprego para Estágio em uma agência de publicidade

1 jun

Estou fazendo um processo seletivo pra uma vaga de estágio em social media e observei alguns pontos bem interessantes:

1 – a maioria dos candidatos JÁ tem experiência. E isso é um divisor de águas entre uns e outros. Então fica a dica: se você está procurando um estágio e ainda não teve oportunidade de trabalhar com SM, crie um projeto seu, uma página sobre algo que você gosta, um blog, qualquer coisa. Por que entre você que não tem experiência e um que tenha (mesmo que pouca), você sempre vai perder.

2 – mesmo enviando currículo por e-mail, LEVE ele impresso pra entrevista. Geralmente quem está responsável pelo processo, tem outras atribuições e responsabilidades pra lidar no dia a dia (o que é o meu caso). Na hora da entrevista é sempre bom lembrar quem você é. De uns 15 que eu conversei, uns 2 trouxeram. (eu não lembrava de nenhum, apesar de ter visto todos os cvs)

3 – SE VENDA! De 15 uns 3 sabiam falar sobre si. Pense o que você vai falar ANTES de chegar na empresa. Se você não sabe falar de si mesmo, como vai falar POR marcas nas redes sociais?

4 – Sempre que te passarem um teste, seja o mais cuidadoso possível. Nos mínimos detalhes. Teve gente que, mesmo se candidatando a uma vaga de SM, enviou texto com erro de ortografia. Mas, envie em um PDF, bem diagramado, com CAPA. Tipo trabalho de faculdade mesmo. Isso faz diferença.

5 – E essa é só uma observação: dos 3 candidatos que entrevistei, quando fui informar que eram os escolhidos, 2 já haviam conseguido outra oportunidade. Então, se você é bom, tem emprego sim. 🙂

06 dicas para otimizar suas Landing Pages para conversões

4 fev

06 dicas para otimizar sua landing page para conversão

Se vc não sabe o que é uma Landing Page, fiz um post neste mesmo blog que explica um pouquinho o que são e pra que serve essa tal de Landing Page!

Bom, agora que você já tá esperto e sabe o que é, vamos falar sobre como otimizá-la para conversão.

Abaixo listo 6 dicas de um cara que se chama Lary Chase, estrategista digital.

  1. Saiba quando manter a página simples: isso depende do target, Empresas são diferentes de pessoas (homens prestam atenção em coisas que mulheres não)
  2. Procure deixar claro sobre onde o visitante está: Se o usuário se sentir perdido, não fizer uma conexão com o gatilho que o levou até lá, é muito provável que não fique por muito tempo e não realize nenhum tipo de ação.
  3. Cuidado com o excesso de tecnologia: Flash (alguém ainda usa?), HTML 5, efeitos e sistemas que tiram o controle do usuário, espantam o visitante e perde o foco da LP
  4. Use Call to Action: Facilite o caminho para o visitante realizar a ação esperada por ele. Isso aumenta e muito as chances de conversão
  5. Faça testes com seus formulários: Dependendo do público-alvo da campanha, um formulário extenso pode espantar a maioria dos usuários e estragar os resultados do seu planejamento.
  6. Não presuma que está tudo entendido: o que é óbvio pra você, pode não ser nem um pouco para os visitantes. Por isso, sempre foque no público-alvo, e entenda o comportamento dele

 

Para mais infos e mais dicas: clique aqui

Quem é quem na Copa das Redes Sociais

18 jul

Eu amo Copa do Mundo. Desde pequena sempre acompanhei o torneio e já vi o Brasil ser campeão duas vezes! (pros menininhos da Sadia, só na Russia! rs) 😉

Mas enfim, não podemos negar que esta foi a copa das redes sociais. Twitter batendo records, até então estabelecidos pelo Super Bowl, Facebook também. Mas, pudera, né? Além do Brasil ser o país do Futebol (não mais rs), país da corrupção, também somos um dos países que mais tem engajamento nas redes sociais.

 

Fiquei feliz pela Alemanha ter ganhado, depois do Brasil era meu país favorito! ;D

10556328_812781778740225_8194913173847056613_n

 

Onde encontrar dados sobre internet e Mídias Sociais #1

15 jul

Secundados   Dados secundários  estatísticas e informações sobre a internet no Brasil

 

Sabe quando você tem uma reunião com aquele cliente que faz perguntas de dados sobre internet, redes sociais, quer comparação entre Brasil e Mundo, quantos celulares ativos tem no Brasil e quantos desses tem 3g?

Ou quando você precisa fazer uma pesquisa para justificar um investimento em uma ideia e precisa de dados que corroborem seu plan?

A partir de hoje farei uma série de posts sobre fontes de dados que utilizo e pode te ajudar no dia a dia pra melhorar seu trampo. =)
SECUNDADOS.COM.BR

Este, talvez, seja um dos mais conhecidos por quem precisa/gosta de dados sobre internet no Brasil.
Nele, além de dados de internet a gente consegue dados sobre:

internet mobile
e-commerce
redes sociais
mídia online

A maioria dos dados está atualizado 2013/2014

 

Experiências de Alcance e Publico Alvo no Facebook em 2014

9 maio

Análises muito bacanas sobre Alcance e Público alvo! Vale a pena ler

Leandropug

 

Imagem

Bem, em um post mais técnico vou dividir algumas experiências sobre alcance de Facebook e Timeline aqui.

Trabalho a 4 anos com alguns projetos pessoais e clientes que permitem testes para ter essa experiência dentro do Facebook. Uso Google Analytics ( quando possível ) e Facebook como fonte de dados e resultados. 

Posts usando apenas texto 

Ótimo alcance , mas parece funcionar bem mais em perfil do que em páginas. Definitivamente usa as palavras do texto para definir as primeiras pessoas que vão receber o post na timeline ( e pelo o que parece define pelo interesse ). Marcar uma página parceira e sobre o mesmo assunto aumenta ( e muito ) o alcance.

Apenas imagem

Apenas funciona se tiver sido feita para compartilhar. Apenas quando rola interação que o alcance aumenta e eu percebi que a imagem continua aparecendo ao longo do tempo de pouco em pouco dependendo de…

Ver o post original 623 mais palavras

Qual a diferença entre Paid, Owned e Earned Media?

3 nov

Todo social media que se preze, deve entender a diferença entre Paid, Owned e Earned Media e suas respectivas formas de análise.

  • Paid Media: todo e qualquer formato de divulgação direta da marca, que inclui links patrocinados em buscadores, publieditoriais, banners/intervenções/backgrounds em portais, anúncios em mídias sociais, com objetivo de aumentar a audiência nos canais. Tudo que a marca PAGA para estar ali. (Paid = pago) Continue lendo