Arquivo | #Inspirations RSS feed for this section

Exemplo do conceito de Good Enough (ou Suficientemente Bom) nas mídias sociais

20 jan

blog

A minha ultima tentativa de evitar o erro, está sendo o livro do Walter Longo – Marketing e Comunicação na Era pós-digital, que foi lançado no finalzinho de 2014 e que o autor é um ícone da comunicação e do marketing pra mim. Já fui a 3 palestras dele, e em cada uma delas, saio com alguma sparkle que me faz querer ir atrás de mais.

Nesse livro ele fala sobre diferenças entre: pendência e tendência, homem do negócio e homem de negócio, urgência e prioridade, se o ótimo é realmente inimigo do bom, sempre contando uma história em um livro leve de ler e que te traz uma visão bem ampla de tais conceitos. É bem interessante.

Na parte que quero comentar, está o conceito de suficientemente bom ou good enough.
Aqui na agência lidamos com isso o tempo todo. Saber a hora certa de parar de procurar o ótimo é realmente essencial para conseguir alcançar o timming que o mundo pós-digital nos pede.

Quer um exemplo? Um post de oportunidade em redes sociais é um enorme desafio de good enough. Criá-lo engloba todas as variáveis que esse conceito tem.

O Fator tempo e o Fator impacto. Esse post tem um prazo de validade, ou seja, ele não pode demorar muito pra ser postado. E ao mesmo tempo, tem que ser impactante. Falar muito sem se extender demais.

Um ótimo exemplo de good enough nas redes sociais foi esse post da marca de chocolates Snickers (que eu AMO – melhor chocolate) na Copa do Mundo do Brasil, quando estava rolando o jogo Argentina x Itália, onde o Suárez morde Chiellini.

 

Snickers-and-Luis-Suarez

 

Pra mim esse é um ótimo exemplo que mostra a sutileza do good enough no dia a dia das agências sociais/digitais, onde as coisas acontecem em uma velocidade absurda, onde temos que ficar ligados o tempo todo no que está acontecendo no mundo, ao nosso redor, no mercado. ❤

Pra entender um pouquinho mais sobre esse conceito, sem ler o livro do Walter Longo, veja o vídeo abaixo:

 

E se não lembra da mordidona do Suárez, relembre:

Anúncios

Um filme sobre planejamento

27 out

plan_estrategico

Básicamente: Você tem um problema, analisa o cenário, conhece seu público-alvo, cria estratégia, cria as ações/soluções, executa e mede resultados. Um filme sobre planejamento (mesmo que tenha apenas 1:20′). Simples, Direto. Que passa a mensagem, conta e envolve o target na história. Assim como todo planejamento deve ser.

Confira:

Tem algum outro vídeo pra indicar sobre o assunto? Compartilhe nos comentários!

Abs!

Social media level 99

20 set

Twitter: em suma, rede social criada pra gente reclamar.  Lá a zuera não tem limites. MESMO. rs

Pra mim, a melhor mídia social de todos os tempos. Apesar de nos últimos tempos o número de usuários vir caindo aos poucos, essa ainda é a rede social mais utilizada por marcas.  Ótima ferramenta para ser utilizada como SAC 2.0, ultimamente o passarinho tem nos proporcionado alguns momentos social media bem bacanas. Quem não VIBROU com a interação da Oreo e Kit kat? Aquilo foi histórico.

A da vez é fazer perguntas para bancos. rs

Faça uma pergunta e teste o pobre analista de mídias sociais que tá lá na frente do computador pra te responder.

Olha a última: Itaú e Santander batalham rima por cliente. CADÊ O EMICIDA?

O que acho mais legal nisso tudo é que bancos tem uma característica bastante formal e séria. Essa flexibilização da linguagem/persona desse tipo de marca para com o consumidor é uma “evolução” master na “independência” e trabalho nas mídias sociais.

hlyKkha

#Inspiration – Como comer um Big Tasty

6 jul

Sabe aquele ditado que diz que a gente é o que a gente come? (btw me faz lembrar do diga me com quem tú andas que te direi quem és). Pois é, ditados assim “negritam” uma velha máxima que, nós comunicadores, sempre escutamos: pra criar, você precisa de referência. Eu vou além. Minhas referências são advindas de tudo. Desde a conversa das vovozinhas no busão até o sanduíche que eu adoro comer, e que inclusive, faz minha consciência pesar mais na balança do que minha pança (e/ou bunda).

Há 2 anos, escrevi um texto que reencontrei hoje. Adivinha sobre o que? Mc Donalds. Uma das minhas #Inspirations. Abro essa nova tag no blog repostando esse texto que eu adorei escrever e reencontrar! Enjoy.

__________________________________________________________

Oi galeras!

Quem me conhece sabe que entre um jantar no Aragawa em Tóquio ou no Fraunces Tavern em NY (dois dos restaurantes mais famosos do mundo) e comer um lanche no Mc Donalds eu fico com o Mc Donalds, né?! Então resolvi dar umas dicas funcionais para a hora H(mas calma! Não vou falar de calorias e nem q o Burguer King é melhor, porque não é, e isso é coisa de gorda... rsrsrs)

COMO COMER UM BIG TASTY

A ESCOLHA DO SANDUICHE: existe o fator dinheiro e o fator fome. Ir no Mc Donalds sem dinheiro é a mesma coisa de dormir sem estar com sono: NÃO FUNCIONA. Então, partindo do princípio de que você tem no mínimo R$20,00 e está com fome, chega a hora crucial da escolha do sanduíche. Não vou entrar no mérito de qual sanduíche é melhor ou não porque não existe mérito pra isso pois o melhor, indiscutivelmente, é o BIG TASTY e ponto final.
OKEY! Vou descrever passo a passo pra vocês entenderem a dinâmica de como é complicado o processo.
01 – Deseja aumentar o refrigerante e a batata com mais apenas 1 real, senhora? Aceite só se você realmente estiver com fome, pois desperdiçar a batata do Mc Donalds deveria estar descrito na constituição com pena inafiançável de 5 anos de cadeia.
02 – Sempre, mas SEMPRE peça mais guardanapos porque o molho do big tasty sempre escorre pelas mãos e se você não estiver preparado, sai de lá com molho que vai do cabelo até os peitos.
03 – Pedir ketchup e mostarda? NÃO, plmdds! Tem que sentir o sabor original do sanduíche pra ter muito mais prazer. (peça só se for pra comer a batata, com o sanduíche NÃO!)
04 – Eu SEMPRE como o sanduíche primeiro e depois as batatas porque eu já percebi q se eu comer as batatas antes ou durante o sanduíche eu fico muito cheia e chega num ponto em que eu quase quero vomitar. Sério mesmo. Mas uma dica muito gostosa é durante o sanduíche você pegar algumas batatas e molhar no molho q ta escorrendo do sanduíche, mas só umas 3 ou 4.
05 – Terminei o sanduíche? Agora coma as batatas. Abra a caixinha do sanduíche, pegue todas as batatas e ponha dentro dela, abra um ketchup e derrame em cima e coma como se não houvesse amanhã.

É inadmissível deixar vestígios orgânicos, ou seja, é obrigatório comer TU-DO! Até aquelas alfaces crocantes que sempre caem na caixinha enquanto a gente come.

Bom, espero que as dicas tenham sido úteis! kkkkk (aff.. a quem eu quero enganar?)

Obs.: Esse não é um publieditorial, mas se vocês do Mc Donalds que sempre lêem isso aqui quiserem me dar uma grana, favor entrar em contato! kkkkkkk
1 sonho: que o molho do big tasty vendesse em embalagens econômicas nos supermercados. FiCa A dIcA [RISOS]

Curtiu? Compartilhe! (: