Arquivo | outubro, 2013

04 planilhas básicas para qualquer Social Media

29 out

A vida de um social media não é fácil, minha gente. Ele tem que ser organizadíssimo, criativo, analítico, operacional e estratégico. TUDO AO MESMO TEMPO.
Quem tem um pouquinho de experiência sabe que, gerenciar três ou quatro contas ao mesmo tempo requer bastante planejamento, além de ser coisa de super herói! A primeira regra para isso é ser organizado. Se essa não é uma qualidade sua, esqueça essa área.

Para ajudar a rotina dos colega, seguem 04 planilhas básicas que podem ser bastante úteis na hora H. Confere aí:

Checklist Social Media – Por Renata Checha

Bem simples e objetiva, essa planilha te ajuda a planejar o que fazer em cada mídia social durante as semanas. Muito útil pra quem é super herói e gerencia três ou quatro contas ao mesmo tempo.

Continue lendo

Anúncios

É gratuito e sempre será? A história de um desabafo sobre o Facebook

28 out

Todo mundo que trabalha com Facebook sabe, ou pelo menos deveria saber, que por lá existe um algoritmo que se chama Edgerank. Ele, basicamente, escolhe o conteúdo que aparecerá no feed de cada usuário. Pra entender melhor, clique aqui.

Sendo assim ele limita o número de posts que cada feed mostra por dia, utilizando alguns critérios como afinidade, peso e tempo. Ou seja, isso pode ser novidade pra você, mas você não vê todos os posts de suas conexões. Sejam elas com outros perfis ou marcas das quais é fã.

Este fim de semana o portal Administradores.com postou um DESABAFO sobre resultados, alcance, engajamento e, principalmente, investimento no Facebook. Um texto que todo social media gostaria de ter escrito. Um desabafo que, de certo modo, vomita um problema que por hora está sem solução, mas que cabe à nós, profissionais do mercado, solucionarmos. Acharmos alternativas.

O fato é que, sim, estamos dependentes do Facebook. É lá onde estão as pessoas. É lá onde as marcas “devem” estar. É a mídia social que tem a melhor plataforma de anúncios em relação à variedade, simplicidade e, por que não, resultado.

Já vi criarem estratégias onde marcas deixam de ter blogs e sites para concentrarem todo seus esforços de marketing digital nessa plataforma. E não foram/são poucos. Já vi milhares de R$ sendo investidos em mídia por lá com a expectativa de um retorno, por vezes, intangível… difícil de medir e justificar. Estratégias que tratam uma mídia social, como veículo de BROADCAST não é estratégia. Pode ser aí que esteja o erro.
Talvez o questionamento que o mercado deva fazer seja: as pessoas estão no Facebook. Mas antes disso, estão NA INTERNET.  Qual meu objetivo no Facebook? O que fazer NA INTERNET para reverter essa obsessão pelo ~FACE? Quais alternativas as marcas tem NA INTERNET para se relacionar com seu público? Qual o melhor ROI (em todos os sentidos dessa métrica)? Pra onde as pessoas vão depois disso? Aliás, pra onde o público da minha marca vai depois disso? O que o Facebook está solucionandopara cada marca?

Talvez o fato de o Mark ter sido o CEO mais bem pago dos últimos tempos tenha a ver com a inércia do mercado em procurar soluções, ou até mesmo se questionar sobre qual é o papel do Facebook no marketing da sua empresa/marca.

Para ler o texto na íntegra, clique aqui.

FireShot Screen Capture #183 - 'É GRATUITO E SEMPRE SERÁ_ Imagine a seguinte___ - Portal Administradores' - www_facebook_com_portaladministradores_posts_591746554206161

Meu objetivo aqui não é dizer que você não deve investir na plataforma. Pelo contrário. Dependendo do seu OBJETIVO, o Facebook pode ser a ferramenta ideal. O que estou querendo dizer é que a expectativa que foi, e ainda está sendo, colocada por alguns lá é quase a mesma de uma mídia de BROADCAST (Tv aberta, por exemplo). Claro que o Facebook não é santo e sim, diminui o alcance das publicações pra obrigar as marcas a investir em mídia para aumentar o alcance e ter mais resultados, mas qual a solução para isso?

Eu realmente não sei qual é. Mas estou à procura.

Abs!

Um filme sobre planejamento

27 out

plan_estrategico

Básicamente: Você tem um problema, analisa o cenário, conhece seu público-alvo, cria estratégia, cria as ações/soluções, executa e mede resultados. Um filme sobre planejamento (mesmo que tenha apenas 1:20′). Simples, Direto. Que passa a mensagem, conta e envolve o target na história. Assim como todo planejamento deve ser.

Confira:

Tem algum outro vídeo pra indicar sobre o assunto? Compartilhe nos comentários!

Abs!

Monitoramento de Mídias Sociais – Social Commands Center

2 out

De repente você teve uma péssima experiência com uma marca e quer dar essa dica pra alguém. Onde você vai? Na casa do vizinho? Na padaria? Na balada? NÃO. Você vai pras redes sociais. Isso mesmo… porque se é pra falar mal, vamos falar pro mundo, né?!

É ali (redes sociais) que você (e seus amigos) podem ser influenciados a usarem ou não o serviço/produto de alguma marca. É ali que você vai se vingar, de algum modo, daquela marquinha xexelenta com a qual você teve uma BAD TRIP. Mesmo que essa marquinha seja uma Coca-Cola rs. Mas é ali também que marcas inteligentes pesquisam e descobrem, por meio de coleta e análise de dados, suas falhas com o consumidores e podem reverter essas situações ganhando, entre outras coisas, vantagem competitiva no mercado.

E, acredite: tem gente que leva o Monitoramento de Mídias Sociais e/ou Business Intelligence/Social Listening muito a sério. Muito mesmo.

Abaixo seguem alguns exemplos de Social Commands Center (Cento de comando social, por assim dizer). Nestes centros é onde essas marcas fazem o controle de tudo o que é falado sobre elas na internet, evitam grandes crises, identificam influenciadores ou advogados/detratores de marca entre outros. Resumindo é uma NSA, só que de marcas/pessoas.

Vizia

Social Command Center Vizia

Australia’s Rugby code NRL

Australia’s Rugby code NRL

Centro de Controle da MutualMind

Centro de Controle da MutualMind

Oregon Ducks Launch College Sports’ First Social Command Center

Oregon Ducks Launch College Sports’ First Social Command Center

Dell's Social Media Command Center

Dell’s Social Media Command Center

The Dreamforce 12 Social Media Command Center

The Dreamforce 12 Social Media Command Center

Então fica a dica: se você realmente teve algum problema com aquela marca que você gosta, conte sim pros seus amigos. Conte no facebook, twitter, linked in, Reclame Aqui, faça um post no seu blog… enfim. Isso ajuda o mercado/marcas a evoluir. É bom lembrar que bom senso é fundamental SEMPRE, claro.

Obs.: não estou incentivando o mimimi. Você, consumidor, tem que fazer uso dessas ferramentas com inteligencia e bom senso. Se você não é inteligente esse artigo não serve pra você. =)

Obs.2: fico devendo um artigo sobre o que pode ser feito em relação a Social Listening/Business Intelligence.

Fotos: pinterest do brandwatch